Instalando mbuffer no Linux

Obs.: Algumas distros possuem em seus repositórios o mbuffer para instalação. No Debian basta executarmos “apt install mbuffer” e teremos o mbuffer instalado. Não sendo necessário seguir a compilação abaixo.

mbuffer é uma ferramenta escrita em C para realizar buffering em stream de dados e possui uma grande quantidade de opções. Dentre elas:

  • Suporte direto para conexão com outros alvos(target) via rede TCP
  • habilidade de envio para vários targets em paralelo
  • Limitação de taxa de I/O
  • configurar tamanho do buffer
  • multi-thread

 

Obs.: Objetivo final desse tutorial é apenas complementar os artigos que já publicamos falando sobre znapzend.

No site oficial o criador diz que fez para uso próprio esse programa. Ele usava para realização de backups em fita dat. Após implementar o suporte a conexão via rede passou a usar para transferir uma pastas e suas subpastas de uma máquina para outra.

Baixando mbuffer

  1. Acesse a página e baixe a versão atual que nesse momento é a “Version 20210209”. Irei baixar usando o wget.
    Acesso minha pasta de downloads

    elder@server01:~$ cd downloads/

    baixando usando wget

    elder@server01:~/downloads$ wget http://www.maier-komor.de/software/mbuffer/mbuffer-20210209.tgz
    
  2. Extrairemos o conteúdo o arquivo(tarball) baixado
    elder@server01:~/downloads$ tar xf mbuffer-20210209.tgz
  3. Acesse a pasta gerada
    elder@server01:~/downloads$ cd mbuffer-20210209/
  4. Execute os comandos “./cocnfigure”, “make” e “make install” para compilarmos o programa mbuffer
    elder@server01:~/downloads/mbuffer-20210209$ sudo ./configure
    elder@server01:~/downloads/mbuffer-20210209$ sudo make
    elder@server01:~/downloads/mbuffer-20210209$ sudo make install

Exemplos de Uso do mbuffer

 

Os exemplos abaixo foram tirados do manual(man mbuffer) do comando mbuffer e é os dados são enviados para fita dat, identificado nos exemplos pela variável $TAPE. Não uso Fita Dat  há bastante tempo e acho que muitas pessoas também não. está caindo em desuso? Então mesmo assim deixo aqui os exemplos apenas por motivo de curiosidade.

  1. Fazer backup em uma fita fat($TAPE)  usando tar. Nesse exemplo é usada arquivo de  memória mapeada temporária(-t) com tamanho de 10 mega bytes(-m 10M) e começa após o buffer está preenchido com 80%(-P 80).
    tar cf - minhaPasta | gzip | mbuffer -t -m 10M -P 80 -f -o $TAPE

    Obs.: temos um artigo falando sobre tarballs.

  2. Usando mbuffer com 3 fitas para inserir(input) dados e extrair conteúdo na pasta corrente/atual
    mbuffer -n 3 -i $TAPE | gzip -dc | tar xf -
  3. Usando mbuffer para escrever em múltiplos volumes de fita
     tar cf - /usr | mbuffer -f -o $TAPE

Conclusão

mbuffer pode ser útil para outras ferramentas como tar ou até mesmo znapzend  que é um programa escrito em perl para backups de sistemas de arquivos zfs.

Leitor voraz e um dos administradores do GNU/Linux Brasil no Whatsapp, facebook, youtube e nesse dito site: www.gnulinuxbrasil.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *