Configurando SAMBA no Fedora 33

OBS. Este passo a passo funciona no Fedora Server e no Workstation também.

 

1° Instale o samba e CIFS

sudo dnf install samba cifs-utils -y

 

2° Adicione o samba na lista de permissões do firewall e reinicie o serviço para que a configuração tenha efeito.

sudo firewall-cmd –add-service=samba –permanent (são dois traços, a fonte une os dois)

sudo firewall-cmd –reload (são dois traços, a fonte une os dois)

 

3° Configure e/ou desabilite o SELINUX (vai depender do nível de segurança que você precisa) no meu caso vou apenas desabilitar.

sudo vi /etc/sysconfig/selinux

Altere a linha SELINUX=disable (ou para o nível que preferir).

 

# This file controls the state of SELinux on the system.

# SELINUX= can take one of these three values:

#     enforcing – SELinux security policy is enforced.

#     permissive – SELinux prints warnings instead of enforcing.

#     disabled – No SELinux policy is loaded.

SELINUX=disabled

# SELINUXTYPE= can take one of these three values:

#     targeted – Targeted processes are protected,

#     minimum – Modification of targeted policy. Only selected processes are protected.

#     mls – Multi Level Security protection.

SELINUXTYPE=targeted

 

Verifique o status: sestatus

SELinux status:                 disabled

 

4° Vou criar uma pasta como usar como exemplo e teste para o samba, permissão (a permissão depende do nível de segurança que você precisa) e restaurar a comunicação da pasta.

mkdir /fedora_share

chmod 777 /fedora_share

restorecon -R /fedora_share

 

5° Inclua os seus compartilhamentos em /etc/samba/smb.conf, no final do arquivo adicione:

sudo vi /etc/samba/smb.conf

[fedora]

path = /fedora_share

public = yes

writable = yes

(configuração básica para teste com permissão total)

 

6° Caso não precise adicionar segurança (solicitar senha) adicione dentro de /etc/samba/smb.conf a linha: map to guest = Bad User

sudo vi /etc/samba/smb.conf

[global]

workgroup = SAMBA

security = user

passdb backend = tdbsam

printing = cups

printcap name = cups

load printers = yes

cups options = raw

map to guest = Bad User

 

7° reinicie o serviço do samba para que as configurações tenham efeito:

sudo service smb restart

 

8° acesse o compartilhamento através do IP do servidor:

Qualquer dúvida deixe nos comentários ou entre em contato através das redes sociais:

Link Facebook: https://www.facebook.com/gnulinuxbr

Link WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/LYHbESy75Q0GiORiexXKF4

Link Telegram: https://t.me/gnulinux_brasil

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCwyFWDqE0v7SwpZenjmzxYQ

Atualmente trabalha com suporte em T.I. Instrutor de Informática/Robótica/Programação, entusiasta da tecnologia, Bacharel em Administração formado pelo Grupo Universitário Uninter e colaborador da comunidade GNU/Linux Brasil.

5 Comments to “Configurando SAMBA no Fedora 33”

  1. Fiz o passo-a-passo descrito no Fedora 33 workstation, porém após digitar smb://ip_servidor/nome_pasta/ na aba Conectar a servidor fica num loop infinito pedindo senha e não tenho acesso pela rede a pasta compartilhada em servidor Windows 10.

  2. Boa tarde Jaderson, tudo bem?

    Amigo incluiu o map to guest = Bad User no [global] do samba?

    Usou 2 “–” configurando o firewall pois nossa fonte uniu, então são dois traços nos passos:
    sudo firewall-cmd –add-service=samba –permanent (são dois traços, a fonte une os dois)

    sudo firewall-cmd –reload (são dois traços, a fonte une os dois)

    Outra coisa: no windows o correto é \\ipdoservidor\ com a barra ao contrário e não precisa colocar smb:// (isso somente no linux).

    att,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *