Instalações personalizadas do Linux

Personalize sua instalação do Linux e obtenha conhecimento prático do seu sistema ao mesmo tempo.

A maioria dos usuários de Linux está satisfeita com uma instalação padrão de sua distribuição de escolha. No entanto, muitos preferem uma instalação personalizada. Eles podem simplesmente preferir fazer as coisas do seu jeito, sem dezenas de ajustes após a instalação. Outros podem querer saber exatamente o que estão instalando como requisito de segurança. Outros ainda podem querer uma instalação consistente para várias máquinas ou aprender mais sobre o sistema operacional passo a passo. O Linux oferece ferramentas para todos esses fins.

É certo que a maioria dessas ferramentas é para grandes distribuições. Uma pesquisa dessas ferramentas mostra que muitas são para distribuições que já estão a um longo tempo testadas , como Debian ou openSUSE. Se você deseja uma instalação personalizada, digamos, do KDE neon ou do Puppy Linux, talvez não encontre uma solução pronta. Mas entre as principais distribuições, você encontrará várias soluções. Leia algumas das principais opções.

Crie seus próprios desktops

Tradicionalmente, muitas distribuições são instaladas com um desktop padrão. Por exemplo, o Fedora e o Ubuntu assumem o padrão Gnome e Mageia o KDE Plasma. Os usuários que preferem outro desktop podem escolher entre uma ampla variedade após a instalação, embora muitas vezes pensem duas vezes, porque essas distros costumam ser instaladas com uma variedade de utilitários projetados para o desktop padrão.

No entanto, se você decidir instalar uma desktop não padrão – especialmente em várias máquinas -, poderá começar criando sua própria imagem de instalação para uso em um DVD ou unidade flash. O Fedora chama essas imagens de instalação personalizada de “spins”. No Ubuntu, você pode criar uma spin usando o Ubuntu Imager ou no openSUSE com Studio Express (Figura 1). Menos conhecido, o Live Magic fornece serviços semelhantes para o Debian.

Figura 1: O Studio Express do openSUSE inclui modelos para diferentes propósitos.

 

A complexidade da criação dessas instalações personalizadas varia consideravelmente. Alguns como o Fedora, operam com simplicidade semelhante a um assistente. Outros, oferecem opções para o ambiente ou para imagens que variam de desktops e servidores a contêineres. Geralmente, como essas estão entre as opções de instalação personalizada mais populares, essas ferramentas vêm com documentação completa.

O instalador Debian

Geralmente, os instaladores do Linux tendem a ser simples. Essa tendência provavelmente se deve ao fato dos instaladores se tornarem comuns quase uma década após o início do Linux, e os desenvolvedores estavam ansiosos para provar que o Debian era fácil de usar. Para provar seu argumento, muitas vezes eles reduziram uma instalação ao mínimo de opções: o idioma, o layout do teclado, o fuso horário, o nome e a senha da conta.

Uma exceção a esta regra geral é o instalador da Debian . Muitas distribuições derivadas do Debian, como o Ubuntu, têm seus próprios instaladores, mas incluem um instalador Debian renomeado para uma instalação especializada (Figura 2).

Figura 2: O Instalador Debian permite, mas não requer, controle refinado sobre a instalação.

 

O instalador do Debian não é difícil de usar, desde que você saiba seguir as instruções, mas a simplicidade nunca foi seu foco. Embora você possa instalar um sistema Debian em menos de 15 minutos, aceitando os padrões, o instalador também oferece a você a opção de detalhar o nível que você quiser, a ponto de o instalador não assumir nenhum padrão. Essa instalação pode levar várias horas e é mais fácil de ser realizada se você tiver uma máquina com capacidade para a Web ao seu lado para procurar referências, mas explica por que o Debian é uma base popular para distribuições preocupadas com segurança. Se você escolher todas as opções, também aprenderá muito sobre os componentes e distribuições de uma distribuição.

Se você criar uma imagem do seu instalador, poderá configurá-la para uso com o instalador do Debian.

Gentoo Linux

Por volta de 2002, o Gentoo Linux era uma distribuição líder. Ainda hoje, o Distrowatch lista outras distribuições baseadas nele (Figura 3).

Figura 3: O instalador do Gentoo é detalhado e muito prático.

 

Os desenvolvedores podem começar a instalar o Gentoo com uma instalação dos estágios 1 e 2 (as ferramentas necessárias para instalar o restante do sistema), mas usuários comuns podem preferir começar com o Estágio 3 (um sistema mínimo). Outros pacotes devem ser instalados por opção e, por serem pacotes de origem, são maximizados para o hardware em que são executados. Mesmo começando no Estágio 3, esse processo pode ser muito mais lento que a instalação de outros sistemas – talvez de três a cinco horas, dependendo da sua experiência. Ainda assim, muitos acham que o tempo extra é mais do que compensado pela otimização e segurança.

Linux Live Kit

Os Live Discs são uma das inovações diárias do Linux. Em teoria, você pode criar um com um pouco de pesquisa. De maneira mais simples, você pode instalar o Linux Live para fazer todo o trabalho automaticamente (Figura 4).

Figura 4: Linux Live é um conjunto de scripts para a construção de dispositivos ativos.

 

Linux Live é um conjunto de scripts em shell para criar um Live Disc. Os usuários começam com uma instalação do Linux – idealmente, com todos os pacotes não utilizados removidos – e uma distribuição como o Debian que suporta os módulos do kernel do AuFS e SquashFS. Em seguida, faça o download do Linux Live e construa a imagem em / tmp , seguindo as meia dúzia de etapas listadas na página do projeto. O Linux Live pode ser usado com o instalador Debian, o Gentoo e personalizações semelhantes para economizar tempo ao fazer várias instalações.

Linux From Scratch

O Linux From Scratch (LFS) é a melhor ferramenta de personalização. Fortemente documentado, o LFS leva os usuários passo a passo no processo de produção de um sistema Linux básico. A menos que você esteja construindo um servidor, provavelmente desejará continuar com o Beyond Linux from Scratch , o que explica como configurar um sistema para usuários comuns. Outros subprojetos levam os usuários a automatizar a construção de um sistema LFS, oferecem dicas para facilitar o processo de construção de um sistema e fornecem patches para um sistema existente (Figura 5).

Figura 5: O Linux From Scratch é a melhor ferramenta para aprender Linux e fazê-lo exatamente do seu jeito.

 

Somente a partir dessa descrição, deve ficar claro que o LFS é um projeto que pode levar dias ou semanas para ser concluído com êxito em um sistema dedicado. No entanto, para aqueles que desejam um conhecimento prático do sistema operacional Linux, é difícil pensar em uma melhor ferramenta de ensino. Assim como os veteranos costumavam dizer que você não estava falando sério sobre o Linux até ter compilado seu próprio kernel, pode-se dizer que você não entende o Linux até ter passado pelo Linux From Scratch.

Usuários Debian podem preferir o Debian From Scratch . Além de cobrir tecnologias específicas do Debian, o Debian From Scratch também detalha o gerenciamento de pacotes, tanto de maneira geral quanto específica para o Debian e seus derivados.

Eficiência e Educação

Nenhuma dessas ferramentas é difícil de usar, mas exige paciência e, muitas vezes, entrada na linha de comando. Obviamente, você pode reduzir os riscos copiando e colando das instruções fornecidas, mas podem ocorrer erros de digitação. Como sempre, você deve ter um backup atual antes de usar qualquer uma dessas ferramentas que se baseiam na sua instalação existente.

Usadas com as devidas precauções, essas ferramentas podem ajudá-lo a fazer a computação do seu jeito. Eles parecem um remanescente dos dias anteriores no desenvolvimento do Linux, onde eficiência e educação eram objetivos iguais, e continuam sendo úteis até hoje.

 

Até a próxima!

Link Facebook: https://www.facebook.com/gnulinuxbr

Link WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/H56efmndpH5KfGnIHzbjjx

Link Telegram: https://t.me/gnulinux_brasil

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCwyFWDqE0v7SwpZenjmzxYQ

 

Fonte: Linux Magazine

Idealizador do projeto GNU/Linux-Brasil. Colaboro juntamente com outros administradores nos grupos de mensagens (WhatsApp e Telegram) e nesta página que não para de crescer! Fanático pelo Linux desde 2007. Sempre conhecendo novas funcionalidades do sistema e compartilhando experiências com outros usuários através de artigos por aqui postados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *