Novos recursos que chegarão no Debian 10 Buster

O “Grande Pai” de várias distros no universo Linux se aproxima de sua nova atualização! Com a versão 10 a caminho, cujo codinome é: Buster

Agenda de Lançamento do Debian 10 Buster

Não há data de lançamento definida para o Debian 10 Buster . Por que? Ao contrário de outras distribuições, o Debian não faz lançamentos baseados em tempo. Em vez disso, ele se concentra na correção de bugs críticos ao lançamento. Bugs críticos ao lançamento são bugs que têm problemas de segurança CVE ou outros problemas críticos que impedem o lançamento do Debian.

O Debian tem três partes em seu arquivo, chamadas Main, contrib e non-free. Dos três, os desenvolvedores e gerentes de lançamento do Debian estão mais preocupados com o fato de que os pacotes que formam a base da distribuição, ou seja, Main, sejam estáveis ​​ao máximo. Portanto, eles garantem que não haverá problemas funcionais ou de segurança importantes. Eles também recebem valores de prioridade como: Essencial, Obrigatório, Importante, Padrão, Opcional e Extra.

Isto é necessário porque o Debian é usado como servidor em muitos ambientes diferentes e as pessoas passaram a depender do Debian. Eles também olham para os ciclos de atualização para verem quebras para as quais eles procuram pessoas para testar e ver se algo quebra ao atualizar para assim informar a equipe de desenvolvimento do Debian sobre o mesmo.

Este compromisso com a estabilidade é uma das muitas razões pelas quais diversos usuários optam por utilizarem o Debian.

O que há de novo no lançamento do Debian 10 Buster?

Segue abaixo algumas mudanças visuais e ocultas que acompanham o próximo grande lançamento do Debian:

Novo tema e papel de parede

O tema para o Debian 10 Buster é chamado FuturePrototype e pode ser visto abaixo:

Tema FuturePrototype do Debian Buster

 

1. GNOME Desktop 3,30

A área de trabalho GNOME que estava em 1.3.22 no Debian Stretch é atualizada para 1.3.30 no Buster. Alguns dos novos pacotes incluídos nesta versão para desktop GNOME são: gnome-todo, tracker em vez de tracker-gui, dependência contra o gstreamer1.0-packagekit, portanto há instalação automática de codec para reproduzir filmes, etc. A grande mudança foi que todos os pacotes foram movidos de libgtk2 + para libgtk3 +.

2. Kernel do Linux 4.19.0-4

O Debian usa versões de Kernel LTS, então você pode esperar um suporte de hardware muito melhor e um longo ciclo de manutenção e suporte de 5 anos do Debian. Do kernel 4.9.0.3 chegamos a 4.19.0-4.

3. OpenJDK 11.0

Por muito tempo o Debian ficou preso no OpenJDK 8.0. Agora no Debian Buster foi mudado para o OpenJDK 11.0 e terá uma equipe que cuidará de novas versões.

4. AppArmor ativado por padrão

No Debian Buster, o AppArmor será habilitado por padrão. Embora isso seja uma coisa boa, os administradores de sistema devem ter o cuidado de ativar as diretivas corretas. Este é apenas o primeiro passo e precisaria corrigir provavelmente muitos scripts para ser tão útil quanto previsto para o usuário.

5. Nodejs 10.15.2

Durante muito tempo o Debian tinha o Nodejs 4.8 no repositório. Neste ciclo, o Debian mudou para o Nodejs 10.15.2. Na verdade, o Debian Buster possui muitas bibliotecas de javascript, como o yarnpkg (uma alternativa npm) e muitas outras.

É claro, você pode instalar os Nodejs mais recentes no Debian a partir do repositório do projeto, mas é bom ver uma versão mais nova no repositório do Debian.

6. NFtables substitui iptables

O Debian Buster fornece nftables como uma substituição completa do iptables, o que significa uma sintaxe melhor e mais fácil, melhor suporte para firewalls ipv4-v6 de pilha dupla e muito mais.

7.  Suporte para muitos painéis ARM 64 e ARMHF SBC.

Tem havido um fluxo constante de novas placas SBC que o Debian está suportando, as últimas entre estas são: pine64_plus, pinebook para ARM64, enquanto Firefly-RK3288, u-boot-rockchip para ARMHF 64 bem como placas Odroid HC1 / HC2, SolidRun Cubox -i Placas Dual / Quad (1.5som) e SolidRun Cubox-i Dual / Quad (1.5som + emmc), Cubietruckplus também. Há suporte para o Rock 64, o Banana Pi M2 Berry, o Pine A64 LTS Board, o Olimex A64 Teres-1, assim como o Raspberry Pi 1, o Zero e o Pi 3. O suporte também estará pronto para os sistemas RISC-V.

8. O Python 2 está morto, viva o Python 3

O Python 2 será suspenso em 1º de janeiro de 2020 por python.org. Enquanto o Debian tem os esforços do Python 2.7 para remover depois de mover todos os pacotes para o Python 3 para removê-lo do repositório. Isso pode acontecer no lançamento do Buster ou em um release futuro, mas isso é iminente. Assim, os desenvolvedores de Python são encorajados a mover sua base de código para ser compatível com o Python 3. No momento em que escrevo, tanto o python2 quanto o python3 são suportados no Debian Buster.

9. Mailman 3

O Mailman3 está finalmente disponível no Debian. Enquanto o Mailman foi subdividido em componentes. Para instalar a pilha inteira, instale o mailman3-full para obter todos os componentes.

10. Quaisquer bases de dados existentes do Postgresql usadas precisarão ser reindexadas

Devido às atualizações nos dados de código de idiomas da glibc, a maneira como as informações são classificadas nos índices de texto será alterada, portanto, seria benéfico reindexar os dados para que não ocorra corrupção de dados no futuro próximo.

11. Bash 5.0 por padrão

Você provavelmente já conhece os novos recursos do Bash 5.0 , esta versão já está no Debian.

12. Implementação Debian / usr / merge

Um excelente primer freedesktop sobre o que o / usr / merge traz já é compartilhado. Algumas coisas para observar, embora o Debian gostaria de fazer toda a transição, existe a possibilidade de que, devido a circunstâncias imprevistas, alguns binários podem não estar em posição de fazer a mudança. Um ponto a notar, no entanto, / var e / etc / serão deixados em paz, para que as pessoas que estão usando contêineres ou nuvem não precisem se preocupar muito.

13. Suporte de inicialização segura

Com o Buster RC1, o Debian agora tem suporte para inicialização segura. O que significa que as máquinas que têm o bit de inicialização segura ligado na máquina devem ser facilmente capazes de instalar o Debian em tais máquinas. Não há necessidade de desativar ou contornar a inicialização segura mais.

14. Instalador ao vivo do Calameres para imagens do Debian-Live

Para o Debian Buster, Debian Live, o Debian apresenta o Instalador do Calameres em vez do instalador do debian-old. Embora o instalador do Debian tenha muitos recursos além do Calameres, para os novatos, o Calameres fornece uma nova alternativa para instalar do que o debian-installer. Segue abaixo a captura de tela durante o processo de instalação.

Novo instalador no Debian 10 Buster
Fase de particionamento Calamares

 

Como viu acima, é muito fácil instalar o Debian no Calamares, apenas 5 passos e você pode ter o Debian instalado na sua máquina.

Baixar a imagem Live do Debian 10 (apenas para teste)

Não o utilize em máquinas de produção ainda. Experimente em uma máquina de teste ou uma máquina virtual.

Você pode obter imagens Debian de 64 bits e 32 bits a partir do diretório Debian Live. Se você quiser a com a arquitetura de 64 bits, está diretório de 64 bits, se desejar 32 bits, poderá procurar no diretório de 32 bits.

Se você fizer upgrade de uma versão estável e algo quebrar, veja se é reportado no pseudo pacote do upgrade-reports usando o reportbug com o qual você viu o problema. Se o bug não tiver sido informado no pacote, informe-o e compartilhe o máximo de informações possível para a equipe de desenvolvimento ter conhecimento do problema.

Conclusão

Milhares de pacotes foram atualizados e seria impossível listar todos eles nesse post, essa listagem foi focada nas principais mudanças que o Debian 10 oferece, quanto ao restante deixo ao seu critério de procurar e se aprofundar mais ainda no tema. E quanto ao novo upgrade, quais suas expectativas? Gostaria de acrescentar algo que não foi acrescentado nesse artigo? Deixe sua resposta nos comentários e até a próxima!

 

Link Facebook: https://www.facebook.com/gnulinuxbr

Link WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/FXGpqafUWW2FgEa25NtT4l

Link Telegram: https://t.me/gnulinux_brasil

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCwyFWDqE0v7SwpZenjmzxYQ

 

Fonte: It´s FOSS

Idealizador do projeto GNU/Linux-Brasil. Colaboro juntamente com outros administradores nos grupos de mensagens (WhatsApp e Telegram) e nesta página que não para de crescer! Fanático pelo Linux desde 2007. Sempre conhecendo novas funcionalidades do sistema e compartilhando experiências com outros usuários através de artigos por aqui postados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *