Samba 015: Restaurando Backup nas Versões 4.0 à 4.8 – Parte 03

Na parte 01 e parte 02   do artigo  Samba 012: “Gerando Backup nas Versões 4.0 à 4.8”,  vimos os procedimentos corretos e geração do backup. Hoje iremos usar o backup para restauração na mesma máquina com o samba recém instalado e limpo.

Restaurando o Backup do Samba no Mesmo Servidor

Situação: Suponhamos um problema onde tivemos que remover e reinstalar o samba. 

 

 

É muito importante ressaltar o que já alertamos antes:

  • Sempre restaure o backup em um samba com a mesma versão do samba de onde o backup criado;
  • Se for restaurar em outra máquina, essa deverá conter o mesmo endereço ip e hostname(nome da máquina);
  • É recomendado restaurar o backup na no mesmo Sistema Operacional/mesma máquina  de onde o backup foi gerado;

 

Removendo o Samba

 

Para remover o samba siga nosso post anterior:  Samba 014: Desinstalando/Removendo o Samba

Após seguir os passos do post indicado acima refaça a instalação do samba.

 

Reinstalando o Samba

Para instalar o samba siga o seguinte post:  Samba 002: Instalando SAMBA para SERVIDOR

Após instalação prossiga para o passo seguinte

 

Restaurando o backup

 

Bom, sabemos aqui que temos um backup realizado e pronto para nos salvar do problema ocorrido com nosso querido samba. O backup foi realizado no seguinte post: Samba 012: Gerando Backup nas Versões 4.0 à 4.8 – Parte 01

O samba recém instalado estará limpo, não conterá nada do que tínhamos feito antes. Por isso iremos restaurar o backup.

  1. Exclua as pastas etc, private e sysvol  que estão dentro de /usr/local/samba…
    [elder@empresa100 samba]$ sudo rm -rf  /usr/local/samba/etc 
    [elder@empresa100 samba]$ sudo rm -rf  /usr/local/samba/private
    [elder@empresa100 samba]$ sudo rm -rf  /usr/local/samba/var/locks/sysvol
  2. Acesse a pasta onde se encontra o backup
    [elder@empresa100 ~]$ cd /work/backup/samba/

    No meu caso está em work/backup/samba/, conforme acima.

  3. Extraia o conteúdo dos arquivos conforme abaixo
    [elder@empresa100 samba]$ sudo tar -jxf ./etc.2018-11-13.tar.bz2  -C /usr/local/samba/
    [elder@empresa100 samba]$ sudo tar -jxf ./  -C /usr/local/samba/etc.2018-11-13.tar.bz2
    [elder@empresa100 samba]$ sudo tar -jxf ./samba4_private.2018-11-13.tar.bz2  -C /usr/local/samba/
    [elder@empresa100 samba]$ sudo tar -jxf ./sysvol.2018-11-13.tar.bz2  -C /usr/local/samba/
  4.  Segundo a página oficial do samba, teríamos que acessar a pasta /usr/local/samba/private e remover o “.bak” do final de todos os arquivos que o contém, porém, não encontrei nenhum arquivo terminado com esse sufixo(.bak)conforme mostrado abaixo com comando ls

    Ou até mesmo listando os arquivos de dentro do arquivo empacotado /work/backup/samba/samba4_private.20181113.tar.bz2

     

  5. inicie o samba
    [elder@empresa100 samba]$ sudo /usr/local/samba/sbin/samba
  6. verifique se os usuários foram recuperados
[elder@empresa100 samba]$ sudo /usr/local/samba/bin/samba-tool user list
Administrator
krbtgt
elder
Guest
Silvia
Jose

Acima, realcei de verde os usuários que havia criado anteriormente. Caso houvesse criado compartilhamentos seria bom verificá-los também.

 

Conclusão

 

Aqui, deletamos e excluímos o samba do nosso servidor CentOS   com a finalidade de simular uma catástrofe e usarmos o backup realizado anteriormente.

Tivemos sucesso na restauração e o samba voltou a funcionar com a estrutura anterior.

 

Siga-nos em nossas redes:

Link Facebook: https://www.facebook.com/gnulinuxbr

 

 

Leitor voraz e um dos administradores do GNU/Linux Brasil no Whatsapp, facebook, youtube e nesse dito site: www.gnulinuxbrasil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *